Voltar ao início

Privacidade do Bitcoin

Bitcoin foi desenvolvido para que as pessoas transfiram valores com mais privacidade, mas ainda assim o uso de bitcoins gera registros públicos, já que as transações ficam registradas na blockchain. O que segue privado é a informação sobre os usuários.

Mas ainda que ao explorar a cadeia contábil não se vejam nomes, documentos ou referências geográficas, o Bitcoin não é de todo anônimo. Se alguém usa sempre o mesmo endereço, fica evidente que as transações são realizadas pelas mesmas pessoas. Mesmo sob pseudônimo, este endereço bitcoin perde parte de seu caráter privado. E quem conhece a identidade por trás dele pode rastrear todas as operações realizadas.

Controle de transações

As operações entre pessoas e exchanges são controladas diretamente pelos usuários de Bitcoin. Isso significa que nenhum governo ou entidade financeira pode intrometer-se como também que nenhum vendedor pode imputar encargos não informados.

Com uma ampla gama de tipos de serviços onde se pode operar com cripto (carteiras, exchanges, entre pares), com Bitcoin os usuários podem decidir quanto, quando, como e onde comprar. Salvo exceções, ninguém precisa ser informado sobre o por que o faz ou quem você é.

o Bitcoin não é de todo anônimo
Para a rede contábil do Bitcoin não interessa a identidade de quem opera nem os motivos para a transferência de valores.

Transparência, resiliência e neutralidade da rede

A prova definitiva da resiliência do Bitcoin é a blockchain, na qual as operações são registradas e novos bitcoins são criados a partir da mineração. Todas as informações sobre o suprimento de bitcoins ficam disponíveis para quem deseja verificar e usá-las.

Como cada bloco está encadeado ao anterior e ao próximo, fazer alterações é extremamente complexo. Quanto mais antiga é uma transação, mais complicada é adulterá-la. A mineração torna exponencialmente mais difícil reverter transações passadas.

Além da mineração, a existência de um registro distribuído e os cálculos estabelecidos na blockchain impedem uma pessoa ou grupo de reunir poder computacional suficiente para modificar a cadeia, bloquear transações ou falsificar bitcoins ou identidades de usuários.

Roubo de identidade

Como outras redes de computadores, o Bitcoin é objeto de inúmeras tentativas de roubo de identidade ou phishing. Embora a rede tome precauções, os usuários também devem ter responsabilidade, sempre verificando se estão operando nos sites corretos e protegendo seus dispositivos, chaves, fundos, credenciais e dados de login.