Voltar ao início

Os bitcoins

No sistema monetário tradicional, os Governos imprimem dinheiro de curso legal quando querem ou necessitam. Dessa forma, moedas "fiat", como os reais ou dólares, são “infinitas”.

Ao contrário das moedas fiduciárias, o Bitcoin tem um limite finito de emissão: 21 milhões de unidades.

Não haverá mais de 21 milhões de bitcoins e, em 2020, já foram minerados por volta de 18 milhões. Além disso, levará um século minerar os cerca de 3 milhões de bitcoins restantes.

Por que essa mudança no ritmo da mineração? O Bitcoin foi desenhado de modo que a quantidade de novos bitcoins gerados na mineração reduz pela metade a cada quatro anos, por um processo chamado halving.

Tabela de relacionamento de bitcoin extraídos com recompensa para mineradores
Ao contrário do papel moeda, os bitcoins não são simplesmente impressos, mas sim gerados como recompensa de um trabalho para a Rede

Em maio de 2020, ocorreu o processo do halving e a recompensa para os mineradores passou de 12,5 para 6,25 bitcoins por cada bloco minerado.

Por isso, os bitcoins são bens digitais que se tornam cada vez mais escassos, dado que cada dia que passa faltam menos unidades a gerar e é necessário um esforço maior para minerá-los.

O que os bitcoins tem de especial?

  • Não são impressos: são minerados.
  • Cada bitcoin é único, não pode ser falsificado nem duplicado ou alterado.
  • São divisíveis, e atualmente se pode operar até com 8 casas decimais de bitcoin.
  • São conversíveis a reais, dólares ou qualquer moeda de curso legal.
  • Não ocupam espaço, portanto não há limite físico para armazená-los ou transferi-los.
  • As transações são feitas sem intermediários e com baixas taxas de rede, e além disso não comprometem informações pessoais: são seguras e irreversíveis.
  • Não tem dias ou horários de funcionamento, nem um local específico: o Bitcoin funciona o tempo todo e em todo lugar.
  • Pelo desenho da rede, as “contas” em bitcoins não podem ser congeladas, e os pagamentos não podem ser bloqueados, cancelados ou estornados.
  • É um tipo de dinheiro digital com o qual você não pode contrair dívidas.
  • Seu valor não depende da inflação de um país ou de decisões empresariais.