Voltar ao início

Ferramentas para trading

Os gráficos desempenham um papel fundamental no trading, pois mostram a evolução dos preços dos nossos ativos. Sem preços, não é possível fazer trading. Por isso, é necessário saber interpretar os diferentes tipos de gráficos para entender melhor as flutuações dos preços dos ativos e aproveitar as oportunidades que surgem.

Gráficos de trading
Gráficos e indicadores são aliados na tomada de decisões de trading.

Gráficos de linhas

São os mais conhecidos e fáceis de ler. Em geral, eles levam em consideração apenas o preço de encerramento de um ativo em um determinado dia e não levam em consideração os preços de abertura. Ao contrário da bolsa tradicional, os mercados de criptomoedas nunca fecham, portanto, o preço de encerramento coincide com o final do dia.

Gráficos de linhas
Os gráficos de linhas são limitados, mas permitem que você identifique rapidamente altos e baixos.

Outra de suas características é que o período de tempo pode ser ajustado para dias, semanas, meses ou anos. E são ótimas ferramentas para investidores iniciantes, pois são fáceis de ler. Apesar disso, sua principal desvantagem é o fato de fornecerem informações muito limitadas.

Gráficos candlestick

São os mais populares para os traders de moedas, pois oferecem informações completas, seguras e precisas sobre a evolução do mercado. Os movimentos são representados por meio de figuras retangulares que mostram o preço de abertura e encerramento de um determinado período. Além disso, possuem duas linhas que marcam o mínimo e o máximo do dia. Você também pode alterar sua escala de tempo, para analisar horas específicas e até minutos.

gráficos de velas ou candlesticks
Os gráficos de velas ou candlesticks são mais abrangentes, mas exigem conhecimentos avançados.

Osciladores e indicadores

São ferramentas de análise técnica de ativos, cujo objetivo é tentar determinar preços futuros com base em preços anteriores. Ou seja, a tentativa de encontrar padrões de mercado repetitivos.

A análise técnica deve ser tomada como uma ferramenta que pode ajudar a entender os mercados, mas não mais do que isso. Ninguém pode prever o movimento do preço de um ativo com total confiança. Se tal ferramenta existisse, todos estariam usando-a.

Na análise técnica, os osciladores ajudam a identificar a tendência predominante e o sentimento do mercado. Isso é, se o mercado está altista (bullish), se está baixista (bearish) e se outros compradores estão otimistas ou pessimistas sobre o preço do ativo.

Tipos de osciladores e indicadores de trading
Para a análise técnica de ativos, todos os tipos de osciladores e indicadores são colocados em ação.

Eles também são usados ​​para determinar pontos de inflexão (mudanças de tendência), bem como pontos de entrada e saída (compra / venda). Indicadores técnicos e osciladores podem ser ferramentas muito úteis, apontando quando uma operação pode ser aberta e a direção em que irá.

No entanto, vale lembrar que são baseados no passado, não no futuro. Isso significa que eles às vezes enviam sinais falsos que podem levar a perdas. Portanto, os traders nem sempre confiam neles e os usam para confirmar ou refutar um sinal.

Alguns indicadores populares são as médias móveis simples (SMA) e exponenciais (EMA) e bandas de Bollinger. Enquanto entre os osciladores mais conhecidos estão o MACD (moving average convergence divergence) e o RSI (relative strength index).