Voltar ao início

O que é NFT

Certamente você já ouviu falar de NFT ou tokens não fungíveis. As notícias sobre este assunto são cada vez mais frequentes; e vão desde a história do videogame que permite ganhar criptomoedas a outra sobre a arte digital vendida por US$69 milhões.

De qualquer forma, os NFTs são um dos grandes motores atuais do ecossistema cripto, pois cada vez mais pessoas estão começando a participar da comunidade por meio dos NFTs. Seja como investimento, para ter um colecionável, por querer uma obra de arte digital ou por ter entrado em um jogo em blockchain. Mas, além desses usos populares, há muito mais por trás dos NFTs.

Tokens fungíveis e não fungíveis

As criptomoedas são um tipo de token chamados fungíveis. Isso significa que eles são equivalentes e substituíveis. O mesmo que todas as notas de 50 Reais, por exemplo. Se você emprestar R$50 a um parente, não espera que ele devolva a mesma nota mais tarde. Qualquer nota de R$50 é equivalente e substituível.

A diferença é que os NFTs são únicos, são bem diferenciados e identificados e, mesmo que dois tenham o mesmo valor e a mesma aparência, são diferentes em seu conteúdo e não podem ser substituídos. As obras de arte tradicionais, as pinturas, não são fungíveis: não existem duas iguais, nem mesmo fazendo uma réplica exata será a mesma pintura que a original, nem valerá o mesmo ou terá o mesmo peso simbólico.

Os NFTs são então ativos digitais únicos, cuja principal utilidade está relacionada com permitir atribuir propriedade, indicar e diferenciar qualquer dado na blockchain.

No uso do universo cripto, surgiram de um protocolo da rede Ethereum, o ETC-721, que permitia atribuir identidade e exclusividade a qualquer ativo, bem ou informação estabelecidos na blockchain. Depois disso, outras blockchains como EOS, e a Binance Smart Chain também adicionaram protocolos para NFT.

O que é NFT
Um NFT é um objeto digital único ou uma representação blockchain de um ativo único no mundo concreto.

Quanto vale um NFT

Assim como ocorre com os tokens fungíveis e as criptomoedas, um NFT tem valor por diferentes motivos, sendo as principais e mais importantes a utilidade e escassez. Da mesma forma, podemos dizer que um NFT possui diferentes tipos de valor. Eles representam um valor simbólico (são importantes em uma determinada comunidade), um valor unitário (eles permitem que certas ações sejam realizadas em uma plataforma ou protocolo cripto) e também um valor econômico (um preço). 

O primeiro preço que um NFT tem é o preço que quem cria determina. Este processo de criação de um NFT é denominado cunhagem. Se for um NFT de jogos em blockchain, os desenvolvedores do jogo determinam o preço na venda inicial. Se for uma cripto arte, ela é estabelecida pelo artista ao enviar sua obra para o mercado.

Mas, uma vez que um NFT é vendido por seu criador, ele já passa a fazer parte do mercado e tem um preço que depende daquela quantidade original, mas tendo relação com a oferta e a demanda.

Por outro lado, os NFTs não são ativos tão líquidos como as criptomoedas e os tokens fungíveis. Não é tão fácil converter em moeda fiduciária ou criptomoeda: você precisa encontrar um comprador disposto a pagar o preço. Portanto, é essencial entender que, ao contrário de um Bitcoin ou 1000 USDT, os NFTs não representam um valor econômico identificável quando estão em seu portfólio: eles apenas consolidam seu preço no momento da venda.