Voltar ao início

A história e a filosofia da Maker

29/1/21

As criptomoedas são voláteis e seu valor depende muito das forças do mercado, ou seja, dos "touros" e dos "ursos". Embora a volatilidade torne as criptos atraentes para os investidores, ela é uma barreira para o uso diário da moeda, como empréstimos.

Simplificando, usar criptomoedas para emprestar outras criptomoedas é uma tarefa complexa, pois o valor emprestado e o valor que você tem que pagar podem ser ridiculamente diferentes ao longo do tempo. Porém, sabia que existe uma plataforma que permite usar facilmente moedas digitais para emprestar outras moedas digitais sem ter que se preocupar com a volatilidade?

A MakerDAO é uma plataforma de empréstimos feita pela Maker Foundation, ela permite que os usuários façam empréstimos usando criptomoedas como garantia. Utilizando os contratos inteligentes da Ethereum, a plataforma automatiza o processo de concessão de crédito de forma descentralizada.

A plataforma abordou efetivamente a questão da volatilidade por meio de vários mecanismos, incluindo uma stablecoin e um token de segurança. Continue lendo para descobrir mais sobre a história e a filosofia da Maker.

MakerDAO é uma plataforma de empréstimos feita pela Maker Foundation

Panorama geral da MakerDAO

A MakerDAO foi lançada em 2015 por seu atual CEO, Rune Christiansen. Ela foi arquitetada na blockchain da Ethereum e visa fornecer um sistema descentralizado governado pela comunidade de seus usuários, dando assim mais controle dos seus empréstimos sobre os ativos. Eventualmente, a Maker Foundation irá ceder todo o controle do Protocolo Maker para se tornar uma organização autônoma completamente descentralizada (DAO).

A plataforma MakerDAO usa dois tokens - a stabecoin DAI, que é indexada ao dólar americano, e o token MKR, um token de governança cujos detentores podem tomar decisões sobre certos aspectos da plataforma.

De todos os projetos de finanças descentralizadas (DeFi) baseados em Ethereum, a MakerDAO é mais usada e bem sucedida. Em setembro de 2018, Andreessen Horowitz, uma das empresas de capital de risco mais conceituadas do mundo, investiu cerca de US $15 milhões na MakerDAO, o equivalente a 6% do fornecimento total de tokens MKR.

No primeiro trimestre de 2020, havia aproximadamente 2,3 milhões de ETH bloqueados na Maker Protocol, o equivalente a 2% do total de ETH em circulação.

Como a MakerDAO trabalha?

A MakerDAO é uma plataforma financeira para empréstimo e poupança que utiliza a blockchain da Ethereum e os seus contratos inteligentes. Para pedir emprestado, você precisa de ETH e uma carteira MetaMask. Suas ETHs são bloqueadas nos contratos inteligentes da MakerDAO, também conhecido como Collateralized Debt Positions (CDP).

o que é Dai?

Uma vez que um CDP é criado, você recebe uma quantidade específica de DAI, stablecoin da Maker. Uma DAI é equivalente a US $1. Para desbloquear suas ETHs, você precisa pagar o empréstimo e as taxas associadas.

Se você depositar 1 ETH (no valor de cerca de US $450), poderá pegar até 300 DAI (supondo que você escolha a taxa de garantia mínima de US $450). Porém se a o preço da ETH cair abaixo de US $450, sua posição de dívida não estará segura, o que significa que você pode ter que depositar mais ETH. Portanto, é mais sensato ir para uma taxa de garantia maior, digamos 300%, e pegar 150 DAI.

Para recuperar suas Ethereums, você paga 150 DAI, mais os juros e a taxa de estabilidade anual de 3,5%.

A principal diferença entre a Maker e outros sistemas de empréstimo é a descentralização. O sistema não depende de uma autoridade central como acontece em outras stablecoins, como a Tether (USDT). A descentralização reduz o risco do emissor do token dar um golpe.

Pense na MakerDAO como uma casa de penhores, mas em vez de um anel diamantes ou um relógio, você está penhorando a ETH. A entidade que mantém seu Ether penhorado é um contrato inteligente descentralizado que só você tem a opção de pagar.

A plataforma permite que você solicite um empréstimo sem passar por dores de cabeça com o KYC, verificações de crédito e árbitros. A taxa de juros é atraente e você define os termos de reembolso. Através dos contatos inteligentes, a segurança é garantida.

Por que usar MakerDAO para empréstimos?

Digamos que você seja um programador, com capital de 50 ETH e você gostaria de segurar o Ether, pois seu valor pode aumentar no futuro. No entanto, você tem uma necessidade de curto prazo de comprar um computador novo no valor de US $1.500, e você não tem esse valor em dinheiro.

Para realizar a compra, você tem várias opções:

  • Encontre um credor tradicional para um empréstimo de curto prazo.
  • Venda 4ETH por cerca de US $500 e possivelmente arrisque perder oportunidades de lucro quando o preço disparar no médio prazo.
  • Use a MakerDAO, bloqueie seu ETH em um CDO e crie a quantidade de DAI necessária para comprar o computador.

A última opção é ótima, pois você obtém o financiamento que precisa a uma taxa de juros anual de 3,5% e sem pressão para pagar. O mais importante é manter o seu ETH.

Quais são os riscos associados a MakerDAO?

A garantia (atualmente, apenas a ETH pode ser usada como garantia, embora a empresa possa adicionar outras opções posteriormente) deve sempre valer pelo menos o valor do empréstimo. Mas a ETH é volátil. Seu preço pode aumentar bastante e ultrapassar o valor travado no CDP. Neste caso, se você acredita na valorização da ETH, é possível tirar mais DAI.

Por outro lado, o preço da ETH pode cair, tornando o valor travado como garantia bem inferior ao valor que tomou no empréstimo. Nesse caso, o mutuário pode optar por não pagar o empréstimo, fazendo com que os ativos garantidos percam valor até que todo o sistema falhe.

A MakerDAO considerou esses cenários, explicando por que eles colocam uma taxa de garantia mínima de 150% e um processo de liquidação automatizado.

Quando o preço cai abaixo da taxa mínima de garantia, um processo de liquidação automatizado é adicionado. Qualquer pessoa na comunidade tem a oportunidade de pagar sua dívida para que o sistema se equilibre.

No entanto, você não é resgatado de graça. Quem liquidar seu empréstimo ganha 13% do valor, que é retirado de você, o tomador de empréstimo.

Simplificando, a ameaça de liquidação mantém o sistema honesto.

Quem controla o sistema?

A Maker Foundation tem outro token, o MKR, cujos detentores estão envolvidos na tomada de decisões. Os detentores de MKR determinam a taxa de garantia e a taxa de estabilidade anual. Eles também votam em propostas apresentadas por uma conta da Ethereum em relação ao sistema MakerDAO.

O que é MKR?

MKR é um símbolo de governança que também atua como uma moeda deflacionária. Depois que o mutuário paga as taxas de estabilidade, uma quantidade de tokens é retirada do mercado. Da mesma forma, quando alguém toma um empréstimo, são criados tokens MKR. O preço dos tokens MKR varia de acordo com a oferta e a demanda. Então, quando um empréstimo é pago, a oferta diminui, fazendo com que o preço suba.

Em essência, um token MKR é como uma participação financeira da MakerDAO, o que significa que tem valor especulativo. Sua combinação com a stablecoin DAI mantém o sistema equilibrado. Os titulares de MKR não apenas obtêm direitos de voto, mas também se beneficiam diretamente do uso de DAI.

O MKR também é o último recurso caso o preço da ETH caia significativamente. Se isso acontecesse, os tokens MKR seriam criados para equilibrar os CDPs agora sub colateralizados. Ao mesmo tempo, uma quantidade equivalente de DAI seria destruída.

Em suma, a Maker insere travas para garantir que apesar da volatilidade da ETH, o sistema não entre em colapso.

Usos do ecossistema Maker

A Maker Protocol abre possibilidades ilimitadas, especialmente no setor DeFi. Na verdade, a fundação apoia esses esforços, fornecendo aos desenvolvedores um conjunto de ferramentas inovadoras.

Como usuário do protocolo podemos incluir a UNICEF, que aceita doações em DAI para financiar a exploração de tecnologias de blockchain de código aberto para projetos sociais.

A DAI também é usada por outros aplicativos de DeFi desenvolvidos usando a blockchain da Ethereum, como a Airbus Heritage Platform, uma plataforma de arrecadação de fundos baseada em blockchain para instituições de caridade.

Outros aplicativos de DeFI que usam a Maker Ecosystem incluem Uniswap, uma plataforma de negociação cripto, e a Outlet, oferecendo uma alternativa às contas de poupança tradicionais.

A plataforma MakerDAO também lançou a DAI Gaming Initiative para encorajar os desenvolvedores a criar games que ofereçam recompensas na DAI.

Qual o futuro da MakerDAO?

A MakerDAO é indiscutivelmente o protocolo DeFi mais bem-sucedido que existe. Um dos principais objetivos da Maker Foundation é transferir a governança para os usuários, que executarão o sistema como uma comunidade, tornando-o uma organização autônoma descentralizada (DAO).

Enquanto isso, os desenvolvedores continuarão a usar o Protocolo Maker para criar softwares financeiros descentralizados e inovadores, um esforço que a fundação apoia por meio de um repositório de recursos. Esses desenvolvimentos são cruciais para tornar o DeFi acessível em todo o mundo.

Agora que você já entende o suficiente sobre a Maker, que tal adquirir também a sua stablecoin DAI e dar os primeiros passos nesse mercado tão inovador?

Conheça a plataforma Ripio, aqui você pode comprar DAI de qualquer lugar e a qual momento, direto na palma da sua mão, através dos apps para Android e iOS.