Voltar ao início

Como o Bitcoin valoriza?

9/8/20

Uma das perguntas mais comuns de quem está começando é exatamente sobre o preço do Bitcoin. Existem diversas explicações, das mais simples, inerentes ao tradicional mercado de capitais, até mesmo aquelas mais praxeológicas.

O importante é ter consciência de que não existe um único fator que é responsável pela valorização, ou mesmo depreciação de um ativo, seja ele o Bitcoin, Ethereum, Litecoin, ou mesmo uma ação na bolsa de valores, por exemplo.

Oferta e Demanda

A lei da oferta e da procura é um conceito atemporal e universal, que rege o mercado financeiro como um todo desde sempre. 

Todos nós já ouvimos falar da lei da oferta e demanda, comumente ensinada nas escolas, faculdades, ou mesmo por dizeres populares.

Levando em consideração um dos principais fundamentos do Bitcoin, a escassez, este fator passa a ter uma influência ainda maior.

Para quem não sabe, o Bitcoin é um ativo escasso e deflacionário. Serão emitidas no máximo 21 milhões de moedas que podem existir e a emissão de novas moedas se dá por meio da mineração, que a cada 4 anos, no evento chamado de Halving, reduz pela metade a quantidade de moedas criadas.

Ou seja, com o avanço da tecnologia e um interesse cada vez maior no ativo, um número máximo de moedas que podem existir e uma emissão cada vez menor delas, fica bem claro o motivo pelo qual o Bitcoin valoriza.

Não ficou claro ainda?! Então pensa nisso: o Bitcoin é finito e escasso como ouro, diamante e outros bens de valor.

A desvalorização da economia tradicional

Quando falamos que o Bitcoin custa determinado valor, estamos falando dele em relação a um outro ativo, ou moeda.

1 BTC sempre será 1 BTC, mas 1 BTC frente ao real, pode estar custando R$ 50,000, já frente ao dólar, US$ 5000. 

Além de tudo isso, é preciso considerar que o par de maior liquidez possui um maior impacto no valor do ativo como um todo, logo as disparidades de diferentes cotações precisam ser ponderadas.

Crises políticas, sociais e econômicas como as de 2008, 2016 e 2020 abalam de forma direta a confiança de pessoas e instituições em relação ao papel moeda.

Além disso, temos o fato das próprias políticas monetárias implicarem numa desvalorização do papel moeda, uma vez que sua impressão é ilimitada e definida arbitrariamente pelos bancos centrais, resultando na inflação da moeda fiduciária.

Sendo assim, eventos externos na economia tradicional também podem afetar o preço do Bitcoin, uma vez que a moeda, como o Real por exemplo, pode se tornar mais fraca em relação ao BTC.

A aceitação no mundo físico

Quando o Bitcoin nasceu ninguém o conhecia, era um projeto muito disruptivo no qual poucos acreditavam que iria trazer um impacto real, conhecida apenas entre o meio nerd e libertário.

O mundo girou e a tecnologia evoluiu, solucionando diversos problemas e se tornando pioneira em entregar liberdade e independência financeira para o mundo. Seus fundamentos deixam bem claro seu propósito e o objetivo com que foi criado.

Após mais de 10 anos, sua aceitação não para de crescer. Estima-se que tenha mais de 25 milhões de usuários por todo o mundo e a cada dia mais pessoas se interessam. Em paralelo, grandes empresas do mercado tradicional também apostam e investem pesado nas criptomoedas e no blockchain.

Os benefícios e fundamentos do Bitcoin são incontestáveis, logo quanto mais pessoas passarem a saber dele, maior a tendência de aumentarmos o número de interessados em fazer parte dessa revolução digital.

Lembra que o BTC só chega até 21 milhões de unidades? Então, mais uma vez a oferta e demanda desempenhando seu papel.

Um ponto importante…

É essencial ter as expectativas alinhadas. Quando falamos do BTC, não estamos falando de um ativo que sempre irá se valorizar, que em poucas semanas você irá dobrar de capital, longe disso.

Nosso objetivo é trabalhar seus atributos, mas assim como qualquer ativo e em qualquer mercado, inclusive o ouro, considerado uma reserva de valor, pode desvalorizar também, apesar claro de no longo prazo o mercado acreditar no contrário.

É muito importante que cada um tome suas próprias decisões com base no seu perfil de investidor.

Se você busca uma porta de entrada no mundo cripto, conheça a Ripio e dê seus primeiros passos de forma fácil e segura, utilizando uma carteira que permite comprar, receber, armazenar e enviar BTC, ETH, USDC e DAI.