Voltar ao início

Bitcoin vs ouro: similaridades e diferenças

15/1/21

Historicamente, o ouro é usado como um ativo porto-seguro para os momentos de crise e períodos em que o mercado desencoraja os investidores, pelo seu risco. Mesmo que também tenha seu valor especulativo, o investimento em ouro é frequentemente associado à criação de uma reserva de valor.

Nos dias de hoje, cada vez mais ouvimos sobre a iminência de uma crise global. A novidade é, que além do ouro, o Bitcoin é apresentado como uma nova forma de refúgio em tempos difíceis.

Por centenas de anos, o ouro dominou o campo dos ativos portos-seguros. Já o bitcoin foi criado há pouco mais de uma década e está alcançando o seu reconhecimento e espaço no mercado.

Como sabemos, o ouro é um ativo físico. Por sua vez, o bitcoin é totalmente digital. Mas será que a comparação para por aí? Quais seriam as semelhanças e diferenças entre estes dois ativos?

A seguir, vamos entender e comparar algumas características importantes entre o ouro e o bitcoin.

Transparência e Segurança

O ouro possui um padrão de pesagem, rastreamento e negociação bem definido e seguro. É difícil roubá-lo ou tentar vender ouro falso. O bitcoin também apresenta um sistema criptografado muito difícil de corromper pela complexidade de seu algoritmo.

Uma diferença aqui é que, na maior parte das vezes, o ouro é guardado e protegido por grandes nomes, enquanto o bitcoin não depende de intermediários ou cuidado de terceiros.

Os principais estoques físicos de ouro estão na sede do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos com sede em Nova York, e no Banco da Inglaterra. Os dois bancos ainda prestam serviços de custódia para agentes internacionais, como outros bancos centrais.

Com o bitcoin, a segurança das moedas é de responsabilidade de seus usuários. Sendo assim, para não sofrer ataques ou perder fundos, é importante usar com sabedoria os dispositivos que acessam sua carteira de bitcoin.

Segurança em Bitcoin

Raridade

Tanto o bitcoin quanto o ouro são escassos. Mas não sabemos quanto ouro existe na terra a ser extraído pelo processo de mineração. Tudo que sabemos é que ele é um metal que possui alta demanda.

O processo de emissão de bitcoins também recebe o nome de mineração, mas o algoritmo que cuida do sistema já tem definido qual o número máximo de moedas: 21 milhões de unidades.

Sendo assim, o bitcoin é mais previsível que o ouro, no quesito raridade.

Como o Bitcoin valoriza

Uma curiosidade: cientistas encontraram um asteroide recheado com metais preciosos como o ouro.

Caso uma empresa consiga extrair a riqueza contida no espaço e trazer para a terra, isso seria o suficiente para fazer com que o preço do ouro e outros metais despencar bruscamente.

E, realmente, existem empresas interessadas neste tipo de extração de minerais, como a Nasa e a SpaceX.

Volatilidade

No início de 2018, o bitcoin atingiu um preço de cerca de US $ 20.000 por unidade. Por volta de um ano depois, o preço de um bitcoin estava na casa dos US $ 4.000.

Mesmo com as recuperações posteriores do preço do BTC, vemos que a volatilidade é um problema aos investidores que querem usar este ativo como reserva de valor. O mesmo problema não afeta o ouro de forma tão significativa.

Exchange de Bitcoin

Comprar ouro ou Bitcoin?

Um bom investidor não aposta todas as suas fichas em um só ativo. O ouro representa o mercado tradicional, sendo um metal precioso de valor consolidado e alta demanda. Ele já mostrou ser um ativo porto-seguro em momentos de incerteza econômica.

No outro lado, o bitcoin oferece uma possibilidade de inovação e total controle de seu dinheiro, numa crescente adoção que pode trazer maior valorização.

Portanto, pode ser interessante ter os dois ativos na sua carteira de investimentos. Lembre-se que todo aporte deve ser feito de forma planejada, analisando o mercado antes de qualquer decisão.

Para comprar bitcoin com segurança e cotação justa, você pode utilizar os serviços da Ripio: a maneira mais simples de comprar e vender criptomoedas!