Voltar ao início

Por que os NFTs são tão importantes

19/11/21

Os tokens não fungíveis ou NFT são um tipo de ativos digitais de blockchain com características únicas e não podem ser substituídos e nem são equivalentes a outros. Essa é a sua definição técnica. Mas isso não explica porque eles são tão importantes, então vamos revisar o que isso significa primeiro.  

Conteúdo, propriedade e uso em NFT 

A maioria dos tokens que conhecemos como criptomoedas são fungíveis, ou poderíamos dizer equivalentes, pois cada bitcoin é igual aos outros bitcoins. Nesse sentido, são como notas de R$100, quando alguém empresta uma, não espera que você devolva a mesma nota. Podendo devolver duas notas de R$50 ou dar uma de R$200 e a pessoa devolver R$100. Os tokens fungíveis também são divisíveis e equivalentes. Outro exemplo é o token da nossa própria comunidade, Ripio Coin (RPC).

Em vez disso, os tokens não fungíveis são peças únicas, e isso é determinado tanto por sua identidade (os dados sobre sua criação) quanto por seu conteúdo. Como as pinturas de arte, onde cada uma é criada pelo seu autor em determinado momento, e tem um conteúdo diferente de qualquer outra, mesmo que seja copiada como está. Ou como um computador, o seu por exemplo, não é igual a outro, mesmo que tenha o mesmo hardware. 

Mas um NFT não é apenas um conteúdo e seu “registro de propriedade”, aqueles metadados onde estão documentados quando foram criados, quem o fez e quem é o atual proprietário. Certas “regras de uso” também podem ser determinadas para os NFTs: as condições que quem os cria deseja que tenham, como a quantidade existente, o preço pelo qual é vendido ou os usos que podem ser dados. 

Se você quiser voltar um pouco e revisar o que são tokens não fungíveis, e tiver uma ideia mais profunda sobre como eles funcionam, reserve alguns minutos para revisar este artigo



A revolução dos tokens não fungíveis

O surgimento de NFT no ecossistema cripto foi poderoso porque permitiu identificar e atribuir a propriedade aos ativos digitais, sejam as obras de arte digitais Beeple, os colecionáveis CryptoPunks, personagens de videogame como Axie Infinity, o vídeo de uma música ou as melhores jogadas da NBA. 

Ao mesmo tempo, também servem para garantir na blockchain a existência e a propriedade de ativos ou propriedades específicas, como um carro, uma casa, um prontuário médico ou o direito de uma música. Um NFT pode representar, por exemplo, seus direitos sobre uma propriedade. 

Com os protocolos de tokenização da Ethereum, como ERC-721 para tokens não fungíveis, esse sistema de blockchain que foi originalmente criado em Bitcoin para transferir valor com criptomoedas, também pode começar a ser usado para distribuir arte, documentos de identidade ou propriedade, itens colecionáveis e muito mais. 

O NFT foi um salto significativo para todo o mercado de criptomoedas. É por isso que, além da Ethereum, outras blockchains rapidamente adotaram esse protocolo e passaram a operar também com NFT. Isso cria um ecossistema em expansão onde cada novo ciclo de inovação encontra novos usos. Um tópico em discussão, agora, é como negociar DeFi com NFT em vez de criptomoedas.

Assim, os tokens não fungíveis continuam a se tornar cada vez mais populares. Primeiro com o Boom da arte digital e das criptomoedas colecionáveis, e mais tarde, com o recente surto de jogos play-to-earn baseados em blockchain, como o Axie Infinity.  O próximo passo já está sendo dado, é a chegada ao metaverso.



O caso Axie Infinity 

O jogo em blockchain da Sky Mavis é um ótimo exemplo. Lançado no início de 2018, é baseado em batalhas entre times formados por três Axies, as criaturas do jogo. Com esses três Axies, os jogadores podem lutar contra os adversários, ou contra a inteligência artificial do jogo. Em ambos os casos o modelo é Play-to-Earn e a recompensa por vencer batalhas é em SLP, um token fungível  que você pode comprar e vender na Ripio.

Cada uma dessas criaturas, chamada Axies, é um NFT: é único e tem uma certa identidade, porque “nasceu” em uma certa data, tem um identificador blockchain único e uma árvore genealógica: exceto a primeira tirada de Axies, outros são filhos do cruzamento de dois outros Axies preexistentes. Para cruzar dois Axies, você precisa de uma certa quantidade de SLP, além de um AXS, o token de governança da comunidade Axie Infinity, que também está listado em nosso site e no aplicativo

O jogo é divertido, combinando a coleção de criaturas do próprio Pokémon com coisas de jogos de cartas como Magic: The Gathering e um sistema de luta em equipe baseado em turnos. Mas a maior mudança no Axie infinity está em seu modelo: Em vez de cobrar do jogador, paga para ele poder passar um tempo jogando, cumprindo missões e melhorando seu nível. 

Esse espírito tem muito a ver com a blockchain, com a ideia de “recuperar o controle” e começar a ser recompensado pelo nosso tempo, esforço e atenção. É, em outro campo, algo semelhante ao que acontece com o navegador Brave e seu token BAT


As chaves do metaverso

O novo avanço no mundo NFT já está ocorrendo, e está chegando no metaverso, o espaço virtual autônomo que está sendo preenchido gradativamente por experiências e comunidades.

Pense no metaverso como um grande espaço virtual onde coexistem várias experiências: mundo de jogos on-line, recitais virtuais, espaços para reuniões de negócios ou trabalho remoto, assembleias para deliberar sobre o destino do seu clube, museus virtuais de memes, shows de todo tipo, tarefas gamificadas, datas virtuais. 

No metaverso nascente que já temos, os NFTs funcionam de várias maneiras. O mais óbvio é que podem ser usados como avatares ou mascotes, podem ser exibidos em galerias virtuais ou podem ser puro inventário, algo que temos e que podemos vender para comprar outra coisa. E eles podem até servir como “certificados” de associação: ter Axies valerá a pena na experiência do Axie Infinity no metaverso. 


Por tudo isso, os NFTs são centrais para a cultura do metaverso: a música que circula, seus objetos de culto ou fetiche, a representação de seus habitantes, as obras de arte e até mesmo os memes do metaverso são símbolos não fungíveis. E à medida que mais experiências (como Decentraland) ocupam esse metaverso, novos usos aparecerão.