Voltar ao início

Como escolher a melhor exchange de criptomoedas

5
minutos de leitura

Como escolher a melhor exchange de criptomoedas

16 Sep
Investimentos
Santiago Juarros
Content Analyst
16/9/22

Apesar da pandemia de covid-19 e da crise trazida por ela, os investimentos em criptomoedas não sofreram tanto, especialmente o Bitcoin. Para 2021, a previsão é que a moeda digital tenha uma valorização de 400% – o que acaba estimulando muitas pessoas a investirem nos criptoativos.

Mas, para fazer isso, você terá que escolher uma exchange, ou corretora. E para garantir que os resultados atingidos serão os esperados, é importante trabalhar com a melhor exchange de criptomoedas.

Porém, você sabe o que avaliar na hora de comparar as opções de empresas? Nós vamos te ensinar tudo neste conteúdo!

O que é uma exchange de criptomoedas?

Uma exchange de criptomoedas é uma plataforma eletrônica que permite a compra e venda de criptoativos, como as moedas digitais e tokens. Essas empresas funcionam conectando compradores e vendedores e assegurando que cada parte receberá o que foi negociado.

Não há nenhum impedimento para que as pessoas transacionem criptoativos entre si, de forma direta. O problema é que nem sempre podemos confiar no vendedor, especialmente quando você paga antecipadamente pelas moedas.

Quando você realiza uma compra direta entre usuários (a chamada P2P), não consegue rastrear a origem dos recursos, o que eleva os riscos nas transações.

Para evitar tudo isso, a forma mais segura de comprar e vender criptoativos é por meio das exchanges, que trabalham de forma semelhante às corretoras tradicionais, cobrando taxas em troca do serviço de intermediação e liquidação, garantindo que as operações são feitas de forma idônea e dentro da legislação vigente.

Como negociar em uma exchange?

Basicamente, existem duas maneiras de negociar em uma exchange: a mercado (compra e venda direta) ou por ordens limitadas (de forma semelhante ao que ocorre no mercado de ações).

A mercado

Nesse caso, após depositar dinheiro na conta da exchange e o seu saldo ser liberado na sua conta pessoal da plataforma, você poderá analisar os preços de compra e venda das diversas criptomoedas que a exchange negocia, como Bitcoin, Litecoin, Ether etc.

Daí, basta escolher a quantidade do criptoativo que você deseja e confirmar a transação.

Ordens limitadas

Nesse caso, você pode programar suas ordens de compra ou venda. Por exemplo, é possível programar uma ordem de compra de Bitcoin a um preço mais baixo que o atual. Quando a cotação atingir o valor inserido na sua ordem, a operação de compra será executada.

Você também pode, por exemplo, abrir uma ordem de venda do seu Bitcoin por um valor mais alto do que a cotação atual. Quando o preço atingir esse patamar, sua ordem será executada automaticamente.

Essa dinâmica também altera a taxa de corretagem cobrada, por isso é importante entender as alternativas de negociação.

O que observar na hora de escolher a melhor exchange de criptomoedas?

Agora que você já entendeu melhor como uma exchange funciona, que tal descobrir as principais dicas para encontrar a melhor? Siga conosco!

Na imagem, um celular mostra na tela a imagem B, de Bitcoin. Uma mão está pronta para clicar na tela e escolher a corretora de criptomoeda
Para escolher a exchange ideal, tenha em mente: qual tipo de investidor você é, a reputação da empresa, as taxas cobradas, a liquidez e, não menos importante, a segurança.

Localização

Um dos primeiros pontos que você deve avaliar é a localização, optando por uma exchange que esteja no país onde você está negociando suas moedas digitais.

Isso porque a legislação sobre os criptoativos pode ser diferente dependendo do país – e é importante que as suas negociações sigam os preceitos legais.

Existência da empresa

Antes de avaliar qualquer ponto mais específico, sempre garanta que a empresa realmente existe – e não é um golpe.

Para isso, verifique no seu site dados como CNPJ, endereço ou quadro societário e pesquise no Google por essas informações para ter certeza de que elas realmente existem.

Você também pode pesquisar no LinkedIn pelo nome dos criadores e diretores, avaliando se eles possuem um histórico profissional relevante.

Tipo de investidor

Também é importante analisar o seu perfil de investidor para saber qual será a melhor exchange de criptomoedas para o seu caso. Por exemplo, se você apenas pretende investir em Bitcoin a longo prazo, não precisará de uma plataforma que negocie muitas altcoins, porque elas não integrarão a sua carteira.

Já se você deseja abrir posições e negociar altcoins ou atuar no day trade, existem outros pontos que você precisa considerar. O primeiro, claro, está relacionado à quantidade de altcoins que a exchange negocia. A segunda, ao preço delas. E a terceira referente às taxas, principalmente para quem irá operar no day trade, em que são feitas muitas negociações em um só dia – e as taxas podem “comer” parte do seu lucro.

Método de pagamento e taxas

Ainda em relação ao seu perfil, avalie qual método de pagamento pretende usar. Isso está diretamente relacionado às taxas que você irá pagar.

Normalmente, os meios de pagamento mais simples são, também, os que oferecem taxas mais altas, como é o caso do pagamento via cartão de crédito ou débito.

As taxas variam muito de empresa para empresa, por isso é importante você compará-las e entendê-las. Em geral, você terá de pagar taxas para depositar, sacar fundos ou executar ordens – e as taxas podem ser cobradas em Bitcoin (BTC) ou em uma moeda fiduciária (como o Real para as exchanges brasileiras).

Liquidez

Avalie o volume de negociações na exchange. Se ele for alto, isso indica que muitos usuários estão usando a plataforma para a compra e venda de criptoativos. Quanto maior a quantidade de negociações, melhor a liquidez da plataforma.

Prazos de transações

Outro ponto que você deve se atentar na hora de escolher a melhor exchange de criptomoedas para o seu caso é em relação aos prazos para depósitos e saques em criptomoedas ou em reais. Compare este ponto e avalie qual é mais interessante dependendo do seu perfil e estratégia de investidor.

Segurança

É muito importante que a exchange escolhida ofereça segurança e proteção contra invasões e ataques de hackers. Alguns pontos importantes são:

·         armazenamento offline sem risco de perda de criptomoedas;

·         certificado de autenticidade EV SSL;

·         Dados encriptados e protegidos.

2FA

Um dos pontos mais importantes na hora de analisar a segurança e escolher a melhor exchange é verificar se ela conta com o procedimento 2FA ou “two factor authentication” (autenticação em dois fatores).

Um cadeado que só pode ser aberto com senha numérica ao lado da criptomoeda Bitcoin, representa a importância da segurança dos dados para a escolha da exchange ideal
A segurança é um fator essencial na escolha da exchange, que deve oferecer proteção contra hackers e a criptografia dos seus dados.

Esse é um procedimento de segurança muito usado nas transações online. O primeiro fator é a senha que o usuário cadastrou no sistema e o segundo pode ser um token, a detecção da impressão digital, o reconhecimento facial, código enviado via SMS, entre outros.

Outra dica bacana, que atesta a idoneidade da empresa, é verificar se a exchange possui uma Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo.

E, por fim, tome cuidado com golpes e pirâmides. Desconfie de empresas que prometem ganhos, afinal, as criptomoedas são ativos voláteis e não há como prever a valorização ou desvalorização da moeda, os lucros são obtidos apenas das estratégias de negociação que você definir.

Confira, ainda, como é o site da exchange, se ele tem um blog associado com dicas importantes sobre investimentos e o mercado de criptoativos.

Por que optar por uma exchange de criptomoedas?

Como vimos, não há nada que impeça a negociação de criptoativos entre usuários, sem a intermediação de uma exchange.

Porém, a segurança dessas transações é muito menor, já que não há como rastrear os valores e você pode acabar enviando dinheiro ou outras criptos para alguém que não vá cumprir com o acordo.

Quando você realiza essa negociação em uma exchange, encontra uma plataforma específica e totalmente segura para esse tipo de procedimento. Assim, há garantias de que você realmente receberá pelo que pagou, tornando, ainda, toda a negociação legal, porque as melhores exchanges realizam esses processos dentro dos termos da lei do país no qual elas estão inseridas.

Conclusão

Neste conteúdo, você viu que uma exchange de criptomoedas é a melhor forma de negociar seus criptoativos, já que ela oferece um ambiente seguro e legal para esse tipo de transação.

Na hora de escolher a melhor plataforma, avalie pontos como: localização, dados que garantem a existência da empresa, filiação, liquidez, prazos e taxas, métodos de pagamento, segurança e também o seu perfil de investidor, garantindo que a empresa negocia as moedas que você deseja.

Além disso, é claro, sempre pesquise sobre a exchange na internet, avaliando a experiência de outros clientes, a nota no Reclame Aqui e os comentários nas redes sociais e em fóruns específicos de criptoativos.

Nós criamos este conteúdo para você que quer fazer parte do universo cripto e ele pode ser a sua porta de entrada nesse novo mundo. Ainda não conhece a plataforma da Ripio? Acesse o site para se cadastrar e começar a fazer parte da nova economia digital.