Voltar ao início

Stablecoins: tudo o que você precisa saber sobre os “criptodólares”

20/4/20

O que é uma stablecoin ou “criptomoeda estável”?

As stablecoins são um tipo de ativo digital que mantém um preço estável vinculado a outro ativo tradicional, como o dólar estadunidense.

As stablecoins ganharam muita popularidade por oferecer a possibilidade de entrar para o mundo cripto sem a necessidade de exposição à volatilidade dos preços de ativos digitais mais populares como Bitcoin ou Ethereum.

A maioria das stablecoins fixam seu valor em relação ao dólar estadunidense, já que é a moeda fiduciária mais utilizada no mercado tradicional internacional.

Em poucas palavras: 1 Stablecoin = 1 USD

Ter parte do seu portfólio de investimentos em dólares é muito recomendado por especialistas en finanças, já que é uma proteção contra a instabilidade da nossa moeda local, o real. Principalmente atualmente, com todo o cenário causado pela pandemia do Covid-19 e seus efeitos econômicos. O Real, junto com outras moedas emergentes, perdeu consideravelmente seu valor.

A situação na terra natal da Ripio, a Argentina, é ainda pior, já que lá começaram a existir limitações rigorosas a respeito de quanto dólar pode ser comprado e a instabilidade da moeda é muitas vezes maior. Essa realidade, no entanto, não é tão distante do imaginário brasileiro, pois passamos por situações semelhantes no final do século passado.

As stablecoins são uma alternativa interessante entre as várias possibilidades de exposição ao dólar já que tanto a aquisição quanto a transferência pelo mundo são muito mais simples e rápidas.

Por isso estamos apelidando esses ativos de "criptodólares".

Que tipos de “criptodólares” existem?

Existem principalmente dois tipos de stablecoins, que utilizam diferentes sistemas e estratégias para manutenção da estabilidade dos preços.

Em primeiro lugar temos as stablecoins efetivamente lastreadas por um fundo composto de ativos tradicionais ou moedas fiduciárias.

Um exemplo desse tipo de stablecoin é a USD Coin (mais conhecida como USDC)

Por cada USDC emitido, existe um dólar estadunidense guardado em uma conta bancária constantemente monitorada e auditada por diferentes agentes, como entidades financeiras e outras empresas do setor.

Em segundo lugar estão as stablecoins lastreadas por outros ativos digitais.

Um exemplo desse tipo de stablecoin é o Dai. Dai também procura garantir a paridade com o dólar, mas o faz utilizando outras criptomoedas (principalmente Ethereum ou ETH) como respaldo, mediante um sistema de colaterais descentralizado.

O que é USDC?

USDC é uma stablecoin cujo valor está vinculado ao dólar estadunidense. Foi desenvolvida pelas empresas Coinbase e Circle, duas das maiores e mais reconhecidas empresas do mundo cripto.

1 USDC equivale a 1 dólar.

Cada USDC emitido está respaldado por um dólar armazenado em uma conta bancária exclusiva, monitorada e auditada constantemente pelas empresas mencionadas e por auditores externos de reconhecimento internacional. Isso faz com que se mantenha a paridade com o dólar.