Voltar ao início

Como iniciar no mercado cripto?

9/6/20

Se você chegou a este artigo é porque já se interessou pelo mundo cripto e sabe que o bitcoin é seguro. Mas, ainda restam dúvidas: é melhor iniciar pelo Bitcoin? Qual a melhor maneira de entrar para o mercado cripto?

Antes de mais nada, sugerimos que você reflita sobre o motivo de entrar para o mundo cripto: é para ganhar dinheiro, experimentar a tecnologia, fazer reservas de ativos, transações financeiras internacionais mais baratas e rápidas etc. 

Por isso, não faça nada porque um amigo, familiar ou colega fez, mas tome sua decisão baseada no que você analisou.

O que você precisa para começar a comprar criptomoeda?

O primeiro passo você já deu: conhecer sobre o mundo cripto e o funcionamento desse mercado. Busque fontes confiáveis onde possa ampliar seus conhecimentos sobre Bitcoin e outras criptomoedas.

Alguns exemplos:

Assim, você confirma que existem várias formas de obter frações de bitcoin e que você pode começar com poucos reais (aqui na Ripio, a partir de R$50). Verifica, ainda, que é possível experimentar plataformas mais simples e outras mais complexas para compra e venda de criptomoedas.

Uma das formas mais simples e seguras é comprar por meio de uma carteira, como a Ripio. Mas, o passo a passo a gente te conta um pouco mais adiante aqui mesmo neste artigo.

Quando conhecer um pouco mais das moedas digitais, você poderá fazer sua escolha com mais confiança se irá começar pela primeira, mais famosa e valorosa, que é o Bitcoin, ou por uma menos volátil que poderia ser uma stablecoin e assim por diante.

O que é essencial para ter segurança no mundo cripto?

O mundo cripto, assim como qualquer outro mercado ou negócio que envolve ativos financeiros é muito visado e existem fraudadores e hackers prontos para dar golpes na próxima vítima.

O primeiro grande cuidado é ter a consciência de que não existe dinheiro fácil. Promessas milagrosas de grandes ganhos garantidos por "gênios do mercado financeiro" tendem a ser golpes.

Lembre-se: nem mesmo o investimento mais conservador do seu banco garante rendimento algum. Então, não caia em golpes, não acredite em promessas milagrosas.

Uma vez longe de golpistas, você também precisa proteger o acesso aos seus ativos digitais. Ou seja, tomar cuidados de segurança para não ser hackeado.

Em outras palavras, informação é tudo: procure entender como proteger suas senhas, acessar sua carteira por meio de um computador ou smartphone seguro, usar internet particular protegida (nunca redes públicas) e outros importantes cuidados de segurança.

Por isso, tome os seus cuidados para proteger sua conta e avalie como é a política de segurança da carteira que escolheu.

Qual o passo a passo para comprar Bitcoin?

Já vimos que inicialmente é preciso se informar. Para ter confiança de que você está pronto para começar a parte prática do mundo cripto, responda essas perguntas:

  • Escolhi qual ativo digital quero comprar e o porquê?
  • Estou consciente que "não vou ficar rico em um mês"?
  • Tenho informação para identificar se estou entrando em uma plataforma séria e idônea que atende minhas necessidades considerando o meu nível de conhecimento?
  • Escolhi uma forma segura de acessar a plataforma da minha preferência?

Agora com todas essas informações e escolhas feitas, é hora de se cadastrar na plataforma de sua preferência.

Na Ripio, o cadastro é bem simples, basta indicar e validar seu endereço de e-mail e criar uma senha, que você está pronto para começar a negociar criptomoedas.

Após esse primeiro passo na plataforma, você deve fazer o processo de identificação para poder realizar movimentações. São alguns dados para garantir que você é a pessoa que está de fato usando suas informações. Esse é um cuidado com sua segurança importante que a Ripio faz questão de aplicar.

Concluído seu cadastro você já pode fazer um depósito a partir de R$50,00 e trocar seus reais por bitcoin ou outra criptomoeda de sua preferência.

Qual a melhor maneira de entrar para o mercado cripto?

A conclusão que queremos deixar aqui é que a melhor maneira é se informar, conhecer seus motivos e o que pretende fazer com qual criptomoeda.

A escolha da plataforma fica mais fácil e tranquila depois que você conhece as bases do mundo cripto.