Voltar ao início

BTC respeita resistência em US$ 21 mil novamente

BTC respeita resistência em US$ 21 mil novamente

.

Paula Reis
Content Creator
8/11/22

Num leve pump da última quinzena, os preços do Bitcoin (BTC) apresentaram alta de pouco mais de 10%. Porém, ao encontrar uma forte resistência em US$ 21.480,65, o preço retomou a queda, devolvendo toda a oscilação da última quinzena em 3 dias.  

Nesta região de resistência dos preços, temos nos dados on-chain a confluência de que o valor se aproxima de várias bases de custo-chave de hodlers nesta região, o que contribui para que o preço tenha dificuldade em romper este patamar. 

No cenário macro, onde os EUA mantêm cortes na taxa de juros, o dólar teve um pequeno recuo no índice DXY (Dollar Index), o que influencia a sua cotação a nível global. O cenário pós eleições no Brasil valorizou o real frente ao dólar, fortalecendo a queda de sua cotação por aqui.

Este relatório partirá do preço do BTC na análise gráfica e seguirá com a análise dos dados on-chain como complemento da leitura para os próximos dias. 

Os indicadores on-chain utilizados neste artigo são: Alteração da Posição Líquida dos Hodlers, Índice HODLR realizado, Razão RVT Mediana e Base de custos on-chain. 

O movimento do preço

As linhas tracejadas em amarelo mostram a máxima e a mínima do mês de novembro até agora, sendo US$ 20.480 o topo que encontrou novamente forte resistência e não seguiu com uma possível formação de fundo. Ainda, o fundo de US$ 19.344 dá continuidade à lateralização que se estende no BTC desde junho. 

Observa-se que foi desenhada uma tímida formação de fundo por 10 dias (de 25/10 a 05/11) e o movimento dos últimos 3 dias devolveu toda a valorização do período, corroborando para o que ironicamente chamamos de “subir de escadas e descer de elevador”.

O volume negociado na última quinzena foi muito maior do que na anterior. Se o preço tivesse rompido a região dos US$ 21 mil com este mesmo volume, a continuidade da alta teria ocorrido de forma mais consistente. 

Graficamente, retomar a lateralização com todo este volume depositado na região dos topos do range só aumenta a probabilidade de queda.

Gráfico, HistogramaDescrição gerada automaticamente
Fonte: Vector Pro

A alteração da Posição Líquida dos Hodlers

Essa métrica mostra que a quantidade de BTC em hold ou perdidas atingiu nova ATH (All Time High ou máxima histórica) após uma alta acumulação nos últimos 30 dias. 

Observe que os Hodlers estavam em movimento de distribuição (região vermelha) durante o primeiro semestre de 2021, quando o preço atingiu a região dos US$ 60 mil na primeira vez — ou seja, aproveitaram o preço para realizar lucros ao se desfazer de suas posições.

Atualmente, o movimento da região em verde mostra um comportamento completamente oposto. Quanto mais os preços caem, maior é o saldo dos hodlers aproveitando os preços baixos para acumular novos saldos em BTC.

HistogramaDescrição gerada automaticamente com confiança baixa
Fonte: GlassNode

Índice HODLR realizado

Neste cenário, vale analisar se as moedas mantidas em hold são jovens — mineradas nos últimos meses, por exemplo — ou mais antigas para comparar o equilíbrio de acumulação em uma escala macro, como o índice HODLR realizado.

Uma tendência de alta do indicador (linha laranja) sugere um domínio dos compradores mais especulativos, o que é típico dos mercados de alta e das ATHs do BTC. Já a tendência de baixa indica um domínio crescente em moedas mais antigas, sugerindo aumento do Hodling e do comportamento de acumulação no longo prazo.

Quando a linha laranja lateraliza, ela indica equilíbrio entre as moedas jovens e antigas. Isso ocorre em torno dos pontos de inflexão de preços, como os topos e fundos, e, atualmente, após uma tendência descendente, ele começa a lateralizar após a ATH de novembro, sugerindo que o preço está num ponto de decisão. Observe que esse padrão está ocorrendo em níveis e duração semelhantes aos observados na baixa do mercado de 2018-2019.

Fonte: GlassNode

Razão RVT Mediana

Outra métrica interessante é a Razão RVT Mediana que compara o equilíbrio entre a valorização da rede e a presença dos níveis de participação do varejo.

O aumento no RVT Mediano (flechas rosa) significa expulsão contínua do varejo até que um equilíbrio seja alcançado, enquanto que a baixa (flechas verdes) sugere aumento cadenciado da participação dos investidores de varejo.

No movimento atual (flecha laranja) há o equilíbrio entre a presença do varejo e a valorização da rede, o que indica um equilíbrio de uso da rede e novamente traz similaridade com o período de baixa de 2018-2019.

É interessante observar que esse equilíbrio se iniciou após a liquidação pontuada pelo colapso de Terra (LUNA), sinalizando que a presença dos investidores de pequeno porte esteve em equilíbrio com o Limite Realizado, sugerindo que ocorreu uma saída em massa dos investidores especulativos e de baixa convicção. 

Interface gráfica do usuário, Gráfico, Aplicativo, Gráfico de linhasDescrição gerada automaticamente
Fonte: GlassNode

Base de custos on-chain

Considerando o que foi analisado até aqui, é interessante avaliar os níveis de interesse de mercado num futuro próximo, principalmente para tentar prever quando que os hodlers teriam interesse em vender as suas posições para realizar algum lucro, como já fizeram na ATH do BTC. Para isso, vale observar a base de custo on-chain dos hodlers. 

Eis que a informação mais interessante para o atual momento de preços do BTC é que a base de custo do detentor de curto prazo está no mesmo nível em que os preços estão sentindo forte resistência – US$ 21 mil. Já a base de custo de quem detém BTC no longo prazo está em US$ 23.500. 

Há que se considerar que muitos hodlers resistiram às quedas, mas podem ter se tornado inseguros com a estabilidade de preços no futuro, e tal comportamento sempre ocorre a cada ciclo. Para estes investidores, o nível de US$ 23 mil poderia ser uma zona saudável de venda, então é possível que exista interesse de venda nessa faixa.

Observe que, nas últimas semanas, houve um declínio na base de custo do detentor de curto prazo, o que trouxe o seu preço médio mais próximo do preço atual. Isso significa uma posição muito vantajosa para os que recém chegaram ao mercado.

Interface gráfica do usuário, GráficoDescrição gerada automaticamente
Fonte: GlassNode

Resumo e Conclusão

Os hodlers permanecem firmes em suas posições, independente dos movimentos dos preços. Nota-se pelos dados on-chain analisados que o movimento de acumulação continua, inclusive atingindo o ATH de sua participação no mercado.  

Os especuladores de baixa convicção no mercado foram aos poucos se retirando, como mostrou a Razão RVT Mediana, enquanto que os hodlers de curto prazo — ou seja, os que recém chegaram ao mercado — estão com os preços médios atrativos para continuar a sua acumulação.

A confluência entre as análises gráfica e on-chain nas últimas semanas resultou em um cenário bem desafiador, onde, graficamente, ainda há espaço para novas quedas. Porém, as similaridades com o ciclo de baixa dos anos 2018-2019 e o custo de aquisição dos hodlers sugerem alta no curto prazo.

É importante observar tal antagonismo com cautela e manter a estratégia de longo prazo.

DISCLAIMER

Paula Martins dos Reis – Analista CNPI-T 3012

1) Este relatório de análise foi elaborado pela analista de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer ativo. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. O Grupo Ripio não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. 2) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação ao Grupo RIpio ou e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. 3) A analista independente está obrigada ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para Analistas de Valores Mobiliários. 4) Os ativos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. 5) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. 6) Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da analista. 7) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação a capitalização de mercado, dados on chain e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 8) O investimento em criptomoedas é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, O investimento em criptomoedas é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da blockchain e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. 9) O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira.